“Oh, Minas Gerais, quem te conhece não esquece jamais”

Viajar é sempre bom. Nem que seja uma viagem de dois, três dias. Pensando nisso, Gunter eu sempre tentamos viajar para descansar e esquecer a correria do dia-a-dia. Ok, ainda não fizemos muitas viagens nesses dez meses de casados. Mas a ideia é sempre dar uma fugidinha quando possível.Também tenho que confessar que o Gunter é sempre mais empolgado do que eu pra viajar. Quando ele decide que vai viajar…ele vai! Eu não! Eu sempre tenho mil impedimentos, planejamentos.Nossa última viagem foi para Ouro Preto, em Minas Gerais. Muita gente estranhou quando dissemos o destino da nossa viagem. Nós dois temos uma quedinha por cidades antigas, cidades com cara de interior. Tanto é que já estamos pensando em conhecer Goiás Velho, em Goiás.Enfim, vamos deixar de enrolação e falar sobre Ouro Preto!Passamos dois dias lá, então vou dividir em Dia 01 e Dia 02.A cidade é muito linda e fofa. Eu, que sou de Brasília, cidade moderna com 55 anos, fiquei admirada ao chegar nessa cidade mineira de 317 anos de idade (não se sabe ao certo se a cidade foi fundada em 1693 ou 1698). É impossível não entrar naquele clima de cidade de época. A arte Barroca é incrível.

DIY: cadeiras novas gastando quase nada

Meus pais compraram a mesa de jantar há bastante tempo. Ela já esteve em três cozinhas diferentes. É lógico que o estofado das cadeiras já estava pedindo um socorro. Então, como a mesa irá para sua quarta cozinha e D. Edna (vulgo minha mãe), que quer tudo novo ou com cara de novo, decidiu que era hora de encapar as cadeiras.

cadeira velha

Dá para reparar que elas estavam bem judiadas

Cantinhos do Coração: o sofá que virou queridinho

Hoje a gente inaugura aqui uma categoria que estávamos loucas para lançar: Cantinhos do Coração.

A ideia é mostrar, de maneira bem simples, aquele cantinho especial da sua casa, escritório, studio…Enfim, aquele lugarzinho que você se sente bem só de olhar.

Na estreia desse espaço, a gente traz uma história bem legal da Isis Moreira (a nutri famosa das redes sociais – @lembretesdanutricionista – segue lá). Vou deixar que ela mesmo conte um pouquinho sobre a sala dela. Só pra explicar melhor, a Isis é de Brasília e, agora, está montando o apê dela no Rio de Janeiro.

Caixotes de madeira na decoração

Confesso que torci o nariz na primeira em vez que eu ouvi falar sobre caixotes de feira na decoração. Na hora imaginei aquelas coisas bem alternativas, roots demais…o que não é muito minha praia.  Mas, olha, mudei totalmente de opinião depois de ver alguns caixotes customizados. O legal é que além de ser uma peça super cool, o caixote pode ser útil em qualquer cômodo da casa: sala, quarto, escritório, cozinha e até no banheiro. Particularmente, prefiro os customizados, mas nada impede de usá-los na sua forma bruta mesmo, fica um charme também. Separei aqui algumas imagens para inspirar e quem sabe te convencer a usar caixotes de madeira na sua casa.

Os churros de banana do Bloco C

Olá, pessoal! Sou a nova colaboradora de gastronomia do Arsenal de Sonhos e, com muito prazer, vou compartilhar com vocês descobertas de sobremesas deliciosas em Brasília. Agradeço o convite do blog e espero que vocês gostem das dicas!

De 15 em 15 dias, vocês lerão minha coluna por aqui, mas podem também seguir o instagram/clubedasobremesa onde posto várias delícias que descubro por aí.