6 dicas para otimizar o guarda-roupas e montar looks mais funcionais

Como já falei por aqui, me mudei recentemente. Ainda tenho que fazer um post sobre o processo de mudança, mas como ainda estamos arrumando as coisas, vou esperar um pouco mais para poder escrever. Só adianto que “mudança” é algo meio traumático. Ver um monte de caixas espalhadas não é nada legal!!

Uma coisa que eu não contei aqui é que agora divido o guarda-roupas com o Gunter (#maridão). Eu tinha um guarda-roupas gigante – comprei quando ainda era solteira. Quando casei, fiquei super feliz que ele cabia no apê antigo. Com isso, o Gunter ficou com um guarda-roupas embutido que tinha lá. Como o apartamento anterior tinha três quartos, um a gente fazia de closet. Agora, tudo mudou!!! O apê novo tem dois quartos – um virou escritório e o que a gente dorme já tem um guarda-roupas embutido e não cabia o meu outro guarda-roupas. Resumo da ópera: tive que me desfazer do guarda-roupas maravilhoso da minha vida.

Decoração para se inspirar e fazer em casa

Quem aqui ama dicas de decoração? Quanto mais melhor, né? Melhor ainda quando as inspirações são super “pé no chão” sabe? Daquelas que a gente consegue fazer sozinha ou com um grupo de amigos. Hoje, resolvi separar aqui alguns sites, lojas on-line e programas de televisão que me inspiram demais na hora de inventar alguma coisinha aqui em casa.

Apaixone-se pelo cimento queimado

O cimento não é nem de longe um material novo. A grande novidade são os usos que estão dando para ele. Hoje em dia podemos vê-lo no piso, paredes, bancadas, banheiros, cozinhas e vários objetos de decoração (lembra dos vasos de concreto que a Ju ensinou aqui?).

O cimento queimado, por exemplo, é um recurso bacana para dar um ar moderno à casa. Além de prático e versátil, ele tem um ótimo custo-benefício. Sua composição leva basicamente cimento e areia, estando entre as alternativas mais baratas para pisos do mercado.

10 dicas para uma mudança organizada

Já falei aqui que Gunter e eu vamos nos mudar. Finalmente, o contrato da imobiliária ficou pronto e nos mudaremos em setembro. Confesso que só agora me empolguei com essa história toda. Nunca gostei de mudanças…Nunca gostei nem mudar os móveis de lugar. Sério! Tenho agonia de ficar trocando as coisas de lugar, de encaixotar e desencaixotar. E olha que eu mesma nunca fiz uma grande mudança hahaha

Quando me casei, só trouxe algumas coisas do meu quarto, o resto era tudo novo. O Gunter também só trouxe o que tinha no quarto dele…E ainda assim demoramos um tempo para colocar tudo no lugar, organizar os cômodos. Agora, será a primeira vez que teremos que “encaixotar um casa toda” #oremos.

Como teremos que fazer isso, vamos fazer da melhor maneira possível, sem muitos traumas! Pesquisei e separei aqui algumas dicas de como organizar uma mudança.

Prometo colocá-las em prática e depois posto o resultado aqui =)

Uma parede de quadro negro para chamar de sua

Quando você estava na escola adorava quando a professora chamava os alunos para irem até o quadro responder alguma questão? Sempre quis ter um quadro negro para chamar de seu? Pois saiba que esse elemento deixou os lugares comuns e passou a fazer parte também da decoração de cozinhas, quartos, salas, home office ou onde mais a imaginação permitir.

Eu devo confessar que adoro a ideia e por isso já garanti uma parede da minha casa nova para isso. Como optamos pela porta de correr no banheiro e, para economizar mais espaço ainda, que ela corresse por fora, a parede de trás ficou meio inútil. Então decidimos que essa será a parede de quadro negro. “Ah, mais aí o quadro vai ficar escondido pela porta”. Não, não vai! A casa é pequena e por isso o banheiro, infelizmente, fica perto da cozinha. Por isso, a regra é: a porta do banheiro fica fechada SEMPRE! Então ficará visível.