Os sorvetes artesanais da Saborella

Quem mora em Brasília e ama um gelato, certamente já ouviu falar da Saborella, a sorveteria mais premiada da cidade. São mais de vinte anos produzindo sorvetes artesanais com base na tradição italiana. A casa utiliza ingredientes frescos em seus mais de vinte sabores, alguns sazonais, como os de pinha, tangerina, jabuticaba e bacuri. A qualidade é indiscutível. Confesso que frequento a loja menos do que gostaria porque ela fica um pouco longe de mim.

Um topo de bolo para chamar de seu

O bolo é um dos destaques da festa. Todo mundo espera a hora que os noivos irão cortá-lo. E na hora dos preparativos do casamento escolher o topo do bolo pode parecer desimportante, mas engana-se quem pensa que ele passa despercebido.

O meu casamento está chegando e apesar de não ter quase nada pronto (sim, eu sou o tipo de noiva totalmente fora da curva e sim, não ter poucas coisas decidido faltando quatro meses) eu já pensei exatamente como vai ser o topo do meu bolo. Vai ser algo que provavelmente só o noivo e eu vamos entender e achar legal, mas que realmente tem tudo a ver com a gente e nossas piadas internas.

6 dicas para otimizar o guarda-roupas e montar looks mais funcionais

Como já falei por aqui, me mudei recentemente. Ainda tenho que fazer um post sobre o processo de mudança, mas como ainda estamos arrumando as coisas, vou esperar um pouco mais para poder escrever. Só adianto que “mudança” é algo meio traumático. Ver um monte de caixas espalhadas não é nada legal!!

Uma coisa que eu não contei aqui é que agora divido o guarda-roupas com o Gunter (#maridão). Eu tinha um guarda-roupas gigante – comprei quando ainda era solteira. Quando casei, fiquei super feliz que ele cabia no apê antigo. Com isso, o Gunter ficou com um guarda-roupas embutido que tinha lá. Como o apartamento anterior tinha três quartos, um a gente fazia de closet. Agora, tudo mudou!!! O apê novo tem dois quartos – um virou escritório e o que a gente dorme já tem um guarda-roupas embutido e não cabia o meu outro guarda-roupas. Resumo da ópera: tive que me desfazer do guarda-roupas maravilhoso da minha vida.

Os cupcakes da Oui

Cupcake é um doce com um nível de fofura pura! Receita de sucesso nos Estados Unidos, chegou aqui há alguns anos e ficou. No Brasil, ganhou novos recheios e topos, bem mais gostosos do que glacê e buttercream. Não gosto desses cupcakes americanos, muito açucarados, mas o da Oui Cupcakes é bem diferente. Foi só dar a primeira mordida para querer experimentar os outros sabores.

Decoração para se inspirar e fazer em casa

Quem aqui ama dicas de decoração? Quanto mais melhor, né? Melhor ainda quando as inspirações são super “pé no chão” sabe? Daquelas que a gente consegue fazer sozinha ou com um grupo de amigos. Hoje, resolvi separar aqui alguns sites, lojas on-line e programas de televisão que me inspiram demais na hora de inventar alguma coisinha aqui em casa.

Apaixone-se pelo cimento queimado

O cimento não é nem de longe um material novo. A grande novidade são os usos que estão dando para ele. Hoje em dia podemos vê-lo no piso, paredes, bancadas, banheiros, cozinhas e vários objetos de decoração (lembra dos vasos de concreto que a Ju ensinou aqui?).

O cimento queimado, por exemplo, é um recurso bacana para dar um ar moderno à casa. Além de prático e versátil, ele tem um ótimo custo-benefício. Sua composição leva basicamente cimento e areia, estando entre as alternativas mais baratas para pisos do mercado.

O brownie de chocolate da La Boulangerie

Se tem uma padaria da qual sou fã há anos é a La Boulangerie. Desde que eles tinham uma pequena loja na 106 Sul – que se reinventou na quadra acima (306 Sul) –, compramos brownies, croissants, pães, entre outros produtos incríveis. As delícias do chef Guillaume Petitgas nos lembram Paris e seus cafés maravilhosos. Se você ainda não conhece a cidade luz, dê um pulo nessa padaria: garanto que seus sonhos gastronômicos franceses se tornarão realidade por alguns minutos.

10 dicas para uma mudança organizada

Já falei aqui que Gunter e eu vamos nos mudar. Finalmente, o contrato da imobiliária ficou pronto e nos mudaremos em setembro. Confesso que só agora me empolguei com essa história toda. Nunca gostei de mudanças…Nunca gostei nem mudar os móveis de lugar. Sério! Tenho agonia de ficar trocando as coisas de lugar, de encaixotar e desencaixotar. E olha que eu mesma nunca fiz uma grande mudança hahaha

Quando me casei, só trouxe algumas coisas do meu quarto, o resto era tudo novo. O Gunter também só trouxe o que tinha no quarto dele…E ainda assim demoramos um tempo para colocar tudo no lugar, organizar os cômodos. Agora, será a primeira vez que teremos que “encaixotar um casa toda” #oremos.

Como teremos que fazer isso, vamos fazer da melhor maneira possível, sem muitos traumas! Pesquisei e separei aqui algumas dicas de como organizar uma mudança.

Prometo colocá-las em prática e depois posto o resultado aqui =)